O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×

Notícias

ANVISA promete melhorar tempo de liberação de mercadorias a partir de fevereiro

Credenciado por buscar soluções para os problemas de atraso na liberação de mercadorias com anuência da ANVISA, em maior intensidade desde 2014, o SINDASP – Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de São Paulo – foi convidado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e pela FIOCRUZ (Fundação Oswaldo Cruz) para participar com contribuições em um Workshop na última quarta-feira, 24/01, em Brasília (DF). Os Despachantes Aduaneiros foram representados pelo Vice-Presidente da entidade Elson Isayama(FOTO), que também representou a FEADUANEIROS, Federação da categoria.

O encontro ocorreu com entidades representativas nacionais que trabalham com importação e exportação de bens e produtos sujeitos ao controle sanitário da Anvisa. “O Projeto ‘AÇÕES DA ANVISA EM PORTOS, AEROPORTOS E FRONTEIRAS’, estuda modelos e práticas internacionais e apontamentos para melhoria do modelo brasileiro”, destacou Isayama.

A FIOCRUZ, instituição de pesquisa e desenvolvimento em ciências biológicas – considerada uma das principais instituições mundiais de pesquisa em saúde pública – coordenou o evento e os estudos, que já trazem resultados. “A ANVISA está ajustando internamente alguns detalhes e tem a expectativa de reduzir consideravelmente seus tempos de análise e deferimento de processos já a partir da segunda quinzena de fevereiro”, comemora Isayama.

No encontro também foram criados Grupos de trabalho que informaram problemas e apontaram sugestões de melhoria dos processos. Uma das mudanças, que começará a funcionar a partir de 1º de marco, é a analise remota nos moldes já existentes para PAFPS. Os Grupos criados são: (PAFPS – Produtos para Saúde / PAFMED – Medicamentos / PAFAL – Alimentos / PAFCOS – Cosméticos). Além do SINDASP, participaram da reunião entidades representativas do mercado como Abimed, Sindusfarma, ABIIS, ABOL, CBDL, ABTRA, ABRAID, CBDL, entre outras.

Fonte: GPA Log News