Notícias

Global Summit Telemedicine & Digital Health apresenta evento preparatório

Especialistas aproveitaram o momento para relatar experiências internacionais em que os avanços tecnológicos em Medicina podem ser fe

Invest in Brasil – Healthcare 2018: oportunidades de investimento

A Apex-Brasil realizou no dia 22 de novembro o evento Invest In Brasil – Healthcare 2018, <span style="font-size:11.0pt; line-height:107%;font-family:&quot;Calibri&quot;,sans-serif;mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-f

ABIMED participa de reuniões pela manutenção do Ex-Tarifário

A ABIMED, representada pelo seu presidente Executivo, Carlos Goulart, participou de duas reuniões em Brasília sobre a possível retirada de produtos da saúde da Lista de Exceções da Tarifa Externa Comum (LETEC) do Mer

Bolsonaro cogita nome do DEM na Saúde

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, afirmou ontem que o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) poderá assumir o Ministério da Saúde em seu governo. Se confirmada a nomeação, será a terceira de um integrante do Democratas para o futuro governo – apesar de, durante a campanha eleitoral, o então presidenciável do PSL ter procurado se diferenciar dos políticos e partidos tradicionais.Formado pela Universidade Gama Filho, Mandetta foi conselheiro do plano de saúde Unimed.Quem também deve assumir um posto no novo governo é o advogado Gustavo Bebianno, um dos principais assessores de Bolsonaro e que durante a campanha foi presidente do PSL.Ontem, ao deixar o prédio onde funciona o gabinete de transição, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) disse que Bebianno será o “futuro ministro da SecretariaGeral da Presidência”.Ele fez o comentário ao relatar que esteve com o “futuro ministro” na casa do presi

Associações apoiam escolha de Levy para o BNDES

Considerado bom negociador e elogiado pelo conhecimento técnico adquirido na iniciativa pública e privada, a escolha de Joaquim Levy para presidir o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi elogiada por associações de diferentes setores da economia. A expectativa é que o novo dirigente consiga tornar o banco de fomento mais eficiente na concessão de recursos para projetos para estimular na retomada econômica e, principalmente, que deixe claro qual será a política industrial a ser adotada pelo novo governo.Na avaliação de José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), Levy sempre esteve aberto ao diálogo nos diferentes cargos que ocupou e seu bom senso poderá ser útil para ajudar o BNDES nessa fase de retomada da economia.— Ele é muito adequado para ocupar esse cargo. Ele tem muito bom senso nas suas discussões e é muito tranquilo. O Levy sempre teve boa vontade para resolver os problemas a ele apresentados. É a pessoa certa na hora certa — disse.O dirigente da Cbic, no entanto, ressaltou que serão muitas as demandas que Levy terá que lidar. Da parte da construção civil, o dirigente ressalta que é importante que construturas de porte menor tenham acesso aos financiamento do BNDES, o que aumentará a concorrência no setor.Até setores da econo
Página 0 de 282)

Desenvolvido por MakeIT Informática