Notícias

O novo currículo da Faculdade de Medicina

Na USP, apostamos em uma profunda reestruturação curricular, cujo objetivo é formar lideranças para o futuro da área da saúdeAs competências de um médico devem ir além do conhecimento das doenças elencadas em catálogos e de sua rotina em consultório ou atividades hospitalares. O profissional deve ser preparado para comunicar-se de forma efetiva com pacientes, comunidade e equipes de saúde, reconhecendo seu papel social dentro do sistema de saúde.A Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) construiu, em seus 102 anos, uma liderança sólida no ensino médico, na pesquisa e na proposição e implementação de políticas públicas de saúde que beneficiaram sobremaneira a população.A origem dessa liderança vem de seu próprio processo de criação, quando optou por inovar, implantando um modelo de currículo

Vídeos acirram debate antiaborto nos EUA

A disputa entre grupos contra e a favor do direito ao aborto nos Estados Unidos subiu de tom com a divulgação de dois vídeos controvertidos nos últimos dias.A partir das imagens, representantes da organização Planned Parenthood (algo como ""paternidade planejada"", que presta assistência à saúde de mulheres, faz campanhas educativas e distribui anticoncepcionais) estão sendo acusadas por ativistas antiaborto de vender partes de fetos para pesquisa e lucrar.Num dos vídeos, a diretora de serviços médicos da Planned Parenthood, Deborah Nucatola, aparece durante um almoço discutindo em detalhes como podem ser recolhidas para pesquisa partes de fetos abortados.Em outro divulgado nesta semana, que causou mais polêmica, a diretora de uma clínica da organização na Califórnia, Mary Gatter, fala em preços com um ativista que finge ser um interessado.

Próteses sob medida revolucionam saúde

Uma prótese de titânio feita sob medida transformou a vida da estudante Jessica Alves Farias Cussioli, de 23 anos.Após um grave acidente em setembro do ano passado, em Araçatuba, interior de São Paulo, quando caiu da moto e bateu a cabeça em uma caçamba de entulho, Jessica teve afundamento profundo na lateral direita do crânio, em uma região que começa nos olhos e vai até o alto da cabeça.Oito meses depois, no dia 26 de maio, ela se tornou a primeira paciente a receber um implante craniofacial de titânio no Brasil, procedimento feito no Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (HC-Unicamp).A fabricação da prótese feita sob medida pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Biofabricação (INCT-Biofabris), sediado na Unicamp e financiado pela FAPESP e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), faz parte de um longo processo de pesquisa e desenvolvimento multidisciplinar iniciado em 2009.Além da Unicamp, participam do Biofabris as universidades de São Paulo (USP), as federais de São Paulo (Unifesp) e do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Instituto de Pesquisas Energética e Nucleares (Ipen) e o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), entre outras institui&cced

Secretário de Saúde do Distrito Federal pede exoneração do cargo

O secretário de Saúde do Distrito Federal, João Batista de Sousa, pediu exoneração na tarde desta quarta-feira (22). De acordo com o Executivo, ele deu como encerrada sua contribuição à gestão com a realização da 9ª Conferência de Saúde, nos dias 20 e 21 deste mês. O nome do novo titular da pasta deve ser anunciado na tarde de quinta pelo governador Rodrigo Rollemberg.“Cumpri uma etapa importante para o desenvolvimento da Saúde, que se encerrou com essa conferência. Sou muito grato ao governador pela confiança”, declarou.O nome de Sousa só surgiu depois que o então escolhido por Rollemberg para a área, Ivan Castelli voltou atrás e recusou o convite para assumir a secretaria alegando problemas de saúde. Médico e ex-vice-reitor da UnB, o secretário assumiu a Sa&

Operadoras buscam médico de família para reduzir custo

As seguradoras e operadoras de planos de saúde estão recorrendo ao médico de família para ajudar a controlar os gastos dos usuários de planos de saúde.O conceito é que o paciente seja atendido primeiro por um médico generalista a fim de reduzir suas idas ao pronto-socorro ou em vários outros médicos.Esse modelo é inspirado em experiências da Europa e Estados Unidos, onde o médico de família é conhecido pelas operadoras, não à toa, como ""gatekeeper"" ou porteiro, numa tradução livre. Já entre a população o termo mais usual é ""primary care"" (ou atendimento básico).No Brasil, operadoras como Unimed-BH, Intermédica e Bradesco Saúde também têm seus ""médicos guardiões"".A cooperativa médica de Belo Horizonte (Unimed-BH) criou um plano de saúde 10% mais barato em que o paciente necessariamente é atendido primeiro pelo médico de referência. Atualmente, esse plano de saúde, que ganhou o nome de Unimed Pleno, atende aos funcionários do shopping Pátio Savassi, Vilma Alimentos, Denso Sistemas Térmicos e do Mercado Central de Belo Horizonte. No total, são 5,6 mil pessoas.Criado em 2013 como um projeto-piloto, o Unimed Pleno registrou uma redução de procedimentos em pronto-socorro, onde os gastos são ma
Página 0 de 310)

Desenvolvido por MakeIT Informática