Notícias

ABIMED renova três cargos da Comissão de Ética

Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde realizou eleições para a substituição de três integrantes da Comissão de Ética para o biênio 2018/2019. Foram escolhidos os executivos Gabriela Ignotti Pellegrino, da Edwards Lifesciences, José Vinicius Garcia Eboli, da Roche Diagnóstica do Brasil e Thiago José Vieira Negreiros, da Galderma Brasil.Os membros eleitos assumem a nova posição ao lado do Coordenador João Francisco de Moraes Ximenez, da Johnson & Johnson do Brasil, e de Laura Sugano, da Boston Scientific do Brasil. A Comissão de Ética tem atuação independente da Diretoria Executiva e Conselho de Administração da ABIMED.Gabriela Ignotti Pellegrino é advog

ABIIS entrega aos candidatos à presidência sugestões para o aprimoramento do setor de saúde

As propostas envolvem questões regulatórias, participação maior da sociedade nas decisões governamentais e adesão de normas internacionais A Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde – ABIIS elaborou cinco sugestões para o aprimoramento do setor e está entregando aos candidatos à presidência como forma de contribuição setorial. Os itens considerados fundamentais para a Aliança envolvem questões regulatórias, participação maior da sociedade nas decisões governamentais adotadas e adesão de normas técnicas internacionais de comprovada eficácia.“Este setor é extremamente dinâmico e demanda alto investimento. O ciclo de vida dos produtos é curto, apesar do custo elevado e tecnologia envolvidos, e atrasos causados por regulação de baixa qualidade podem tornar a tecnologia superada mesmo antes dela ingressar no país”, explica o diretor-executivo da ABIIS, José Márcio Cerqueira Gomes. A Aliança entende que o setor de dispositivos médicos é altamente regulado no Brasil e não poderia
A assustadora criança-robô que sangra, grita e simula dor ABIMED

A assustadora criança-robô que sangra, grita e simula dor

Lançado nos Estados Unidos, o 'simulador de pacientes pediátricos mais avançado do mundo' causa inquietação em muita gente.Ele não apenas parece uma criança, como também se comporta como tal. "Quero minha mãe!". "Quero ir para casa!", grita ele desesperado, em uma cama de hospital. Tem pulsação. Chora, sangra e pode até sofrer uma parada cardíaca.Mas não é um ser vivo. Pediatric Hal é o nome de um robô que está levando o realismo na Medicina ao próximo nível.O robô foi desenvolvido para que estudantes de pediatria e médicos profissionais pratiquem vários tipos de procedimentos.A companhia por detrás do Pediatric Hal chama-se Gaumard Scientific, é sediada em Miami, nos EUA, e começou a desenvolver tecnologia para a Medicina durante a Segunda Guerra Mundial. De acordo com a empresa, Pediatric Hal é o "simulador de pacientes pediátricos mais avançado do mundo".Sua aparência, contudo, pode causar inquietação em algumas pessoas. Os engenheiros da Gaumard Scientific dizem que é "decepcionante" que tanta gente ache a criança-robô assustadora - e afirmam que nenhum dos médicos que trabalham com o produto o vê dessa forma.'Aprendizagem imersiva' Pediatric Hal funcio
ABIMED participa da MedTech Conference ABIMED

ABIMED participa da MedTech Conference

A ABIMED, representada pelo seu presidente executivo, Carlos Goulart, participa da MedTech Conference, que acontece na Filadélfia. Trata-se do maior evento norte-americano de tecnologia médic

A revolução digital da Dasa

Aos 28 anos, Pedro de Godoy Bueno, presidente da Dasa, já conta três anos e meio no comando da maior rede de laboratórios diagnósticos do Brasil, dona das bandeiras Delboni Auriemo, SalomãoZoppi, Sergio Franco e Lavoisier, e de um faturamento de R$ 3,2 bilhões. Pode não parecer muito tempo. Mas desde que sua família assumiu o controle da empresa, em 2009, Bueno é executivo que mais tempo ficou à frente da Dasa, desde o fundador Caio Auriemo. Nesse período, ele implantou uma cultura baseada na meritocracia e focou na expansão da rede, que atingiu 754 unidades. Agora, Bueno se prepara uma nova fase. Seu plano é posicionar a rede como uma fornecedora de informações médicas para os seus diferentes públicos. Para isso, ele está promovendo uma verdadeira revolução digital, com a implementação de novas tecnologias. “Entramos numa nova fase”, diz Bueno.“Com tecnologia, podemos ganhar produtividade, diminuir o tempo dos exames e baixar o custo da medicina.” Diversas iniciativas com startups e pesquisadores da área de saúde foram fechadas neste ano. Um dos exemplos é a parceria com a novata Arterys, do Vale do Silício, para a criação de um algoritmo que
Página 1 de 278)

Desenvolvido por MakeIT Informática