Notícias

App Airstrip para Apple Watch permite acompanhar saúde da gestante e do bebê

Apple Keynote 2015 realizado nesta quarta-feira (09) serviu de palco para o anuncio de importantes novidades para o relógio inteligente da gigante de Cupertino. Entre os destaques tivemos a chegada do Facebook Messenger e de uma ferramenta para controle de câmeras GoPro, mas é na área da saúde que temos algumas inovações, graças ao aplicativo Airstrip para Apple Watch.

Segundo informações passadas pelo CEO Tim Cook, o relógio inteligente da Apple conseguiu alcançar um grau de satisfação de 97 por cento entre seus usuários. Logo em seguida o executivo Jeff Williams assumiu o palco do evento para anunciar que o watchOS já conta com mais de 10.000 aplicativos em sua App Store, dentre os quais está o Airstrip.

Essa nova ferramenta permite enviar alertas sobre a saúde do usuário diretamente para seu médico, permitindo que o profissional acompanhe dados como a pressão arterial ou frequência cardíaca, e se comunique com o paciente de forma prática, direta e privada. Durante a demonstração do aplicativo a Apple simulou o uso do relógio por uma mulher grávida que poderá acompanhar os batimentos cardíacos do bebê durante toda a gestação. E não somente isso, os dados da mãe e da criança podem ser enviados para avaliação do pediatra sem que a gestante precise se deslocar de casa até o consultório.Como vimos há algumas semanas, a plataforma Apple Health, juntamente com os dispositivos Apple Watch, iPhones e iPads, está ajudando a gigante de Cupertino a conquistar o mercado de saúde, estando presente em grandes hospitais e clinicas. Agora o Airstrip deve aumentar ainda mais a força da empresa no setor, alcançando ainda mais profissionais da saúde e também os usuários comuns.

Para aqueles que não acompanharam o evento Keynote de hoje, a Apple apresentou também novas opções de pulseiras para personalização do Apple Watch. Além disso, também será possível comprar o dispositivo em duas novas opções de cores, dourado e ouro rosé, bem como uma versão de aço inoxidável e pulseira vermelha. Estes novos modelos estarão disponíveis a partir de desta quarta-feira (09) em 24 países. E o watchOS 2.0 estará disponível a partir do dia 16 de setembro.

E você, o que achou dos novos recursos do Apple Watch voltados para o cuidado com a saúde? Considera válido confiar em dispositivos como smartphones e relógios inteligentes para funcionarem como ponte entre pacientes e médicos?


Desenvolvido por MakeIT Informática