Notícias

Artigo de Nota Técnica da ABIMED aponta as tendências da tecnologia na saúde em 2030

A Nota Técnica – Painel ABIMED: os impactos da transformação digital na saúde, lançada pela Associação em julho é uma coletânea que conta com o registro de análises de um grupo excepcional de articulistas composto por autoridades, agentes públicos e profissionais dos mercados de saúde e inovação. Um dos 19 artigos, de autoria do Head of Healthcare Transformation da Johnson & Johnson Medical Latam, Fabricio Campolina, é intitulado “A Tecnologia da Saúde em 2030” e explora megatendências que irão transformar a saúde nos próximos dez anos.

Os principais pontos de destaque são a supremacia dos ecossistemas integrados e o aumento da expectativa da vida do brasileiro. Os ecossistemas podem ser fechados, como o de empresas, ou abertos, como o das operadoras Sulamerica e Bradesco. Ambos irão alinhar incentivos e integrar dados com potencial de reduzir significativamente os desperdícios. 

Hoje em dia, segundo dados do sistema de saúde Europeu, vivemos de 10 a 30 anos sofrendo, por exemplo, com dores crônicas que limitam substancialmente a qualidade de vida. Por isso, uma vez superado o desafio da democratização do acesso à saúde de qualidade, o consumidor irá buscar políticas públicas – por exemplo, de controle de doenças crônicas não transmissíveis – que promovam o envelhecimento com incentivo ao estilo de vida saudável.

Para Campolina, a Transformação Digital na Saúde Pública no Brasil precisa ainda de um grande esforço para avançar em áreas chaves como health analytics e integração de prontuário eletrônico. “Espero ver estes esforços se concretizarem em benefício dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Por outro lado, sinto falta de uma política de estado mais ambiciosa, que busque o desenvolvimento da inteligência artificial em seus três grandes domínios: aprendizagem de máquina, visão computacional e processamento de linguagem natural. Acredito que poderíamos nos espelhar nas políticas públicas adotas pelos Estados Unidos e China para avançarmos neste sentido”, afirma.

Questionado sobre quais seriam os principais desafios e obstáculos para a implantação da transformação digital no país a médio e a longo prazos, ele destaca que há duas grandes barreiras: reduzir o gargalo na formação da mão de obra para o desenvolvimento de softwares e promover a rápida evolução digital das empresas de saúde. Este último, caso as empresas não consigam se mover rapidamente nesta direção, correm o risco de sofrer aquisição por startups de origem digital que, capitalizadas por investidores, podem contribuir para a aceleração deste processo.

Dentre as inciativas feitas no país para incentivar a Transformação Digital, ele aponta a do InovaHC, do Hospital das Clínicas da USP, que conseguiu superar desafios históricos de integração do mercado com a pesquisa universitária e reunir em um mesmo local a pesquisa e a visão de mercado de grandes corporações com mentalidade de empreendedorismo e inovação. 

Fabricio Campolina encerra seu artigo destacando o trabalho realizado pela ABIMED com a Nota Técnica. “Acredito que a ABIMED reafirma seu protagonismo no setor da saúde ao promover esta importante discussão sobre o impacto da transformação digital em nosso setor, como a integração de dados e a virtualização dos cuidados de saúde. Tudo isso irá permitir ampliar o acesso e melhorar os padrões da saúde em nosso país”, finaliza.

Fabricio falará sobre seu artigo no dia 26 de agosto, dedicado à Tecnologia e Inovação e coordenado pela ABIMED na Digital Journey by Hospitalar, em entrevista para o presidente executivo da entidade, Fernando Silveira Filho.

Sobre o articulista:

Campolina tem mais de 20 anos de experiência na indústria de alta tecnologia, tendo trabalhado desde 2005 na J&J Medical Devices nas franquias Cordis e Ethicon e como líder em áreas como Economia da Saúde, Acesso ao Mercado, Precificação, Soluções Estratégicas, Assuntos Médicos, Compensação de Vendas e Análise de Dados. Ele é ex-presidente do Conselho de Administração da ABIMED.



Desenvolvido por MakeIT Informática